11 maiores erros que nadadores cometem
Iniciantes

11 maiores erros que nadadores cometem

Se você é novo na natação ou simplesmente atualizando-se com o que já sabe, veja o que não deve fazer na água.

Se você é novo na natação ou simplesmente atualizando-se com o que já sabe, veja o que não deve fazer na água.

Se você é novo na natação ou simplesmente atualizando-se com o que já sabe, veja o que não deve fazer na água.

Tanto os nadadores iniciantes quanto os profissionais enfrentam obstáculos. Mas existem certos erros que tendem a surgir repetidas vezes. Para uma natação suave e aerodinâmica que o faça aumentar a velocidade sem ficar sem fôlego, pare de cometer esses 11 erros em seu treinamento.

1. Treinar quando estiver doente

Treinar quando está doente é uma decisão difícil e pode exigir uma opinião médica. Se você está resfriado ou resfriado, mas está determinado a treinar de qualquer maneira, reserve um segundo para os nadadores pobres e desavisados ​​que estão compartilhando a piscina com você. Não só o treinamento com uma doença pode prejudicar sua saúde, mas também o risco de infectar outras pessoas.

Se você tiver uma leve fungada, exercícios moderados na maioria dos casos são bons - há poucas pesquisas que sugerem que exercícios leves melhoram ou pioram os sintomas do resfriado. No entanto, se estiver com febre ou dor de estômago, pule a natação matinal. Sentir-se mal é geralmente um sinal de que você precisa de algum tempo de inatividade; então, em vez disso, descanse um dia.

2. Negligenciando seu aquecimento

Apesar de ser um esporte de baixo impacto, a natação é um exercício corporal total, portanto, ainda é aconselhável fazer o aquecimento. Reserve 10 minutos para se alongar antes de entrar na piscina, concentrando-se nos principais grupos musculares: tríceps, bíceps, glúteos, quadríceps e isquiotibiais. Ou, alternativamente, tente subir e descer a piscina para trabalhar suavemente as pernas, juntamente com algumas braçadas fáceis antes de descer as pistas.

3. Inconsistência

Se você está nadando com objetivos em mente e não apenas para o lazer, tente controlar seu tempo e ritmo. Isso é especialmente importante para nadadores de longa distância que desejam aumentar a resistência enquanto treinam.

Fique de olho no relógio e não coloque toda a sua energia no impulso inicial. Concentre-se em manter um ritmo rápido, mas consistente, aumentando gradualmente o número de extensões a cada sessão. Isso ajudará a melhorar seu tempo geral e resistência.

4. Chutando demais

Outro erro que muitos novatos em natação cometem é chutar demais para acertar um novo PB. Chutar o mais forte que puder, junto com uma técnica deficiente, só vai te atrapalhar. Quando se trata de natação, o objetivo não é chutar o mais forte ou rápido possível, mas sim executar um chute eficaz.

Não surpreendentemente, isso varia de acidente vascular cerebral para acidente vascular cerebral; por exemplo, se o estilo escolhido for engatinhar para a frente, tente não chutar de joelhos, pois isso aumenta o arrasto. Em vez disso, tente manter as pernas retas e chute com o quadril. Combinado com movimentos / respirações rítmicas e bem sincronizadas, você aumenta sua velocidade e usa a energia com mais eficiência.

5. Chutando demais

Um equívoco comum é que a natação é um esporte de perna - não é. A força da parte superior do corpo é igualmente importante quando se trata de nadar, e negligenciar o trabalho do braço pode realmente impedi-lo. Se você achar que suas pernas estão se cansando rapidamente acima de qualquer outra coisa, é provável que você não tenha aperfeiçoado sua técnica de braçada.

Familiarize-se com os meandros da rotação do braço na natação de estilo livre com nosso guia, 'Nade crawl mais inteligente e eficiente - Deslizamento versus rotações de curso.'

6. Respiração ruim

A respiração eficaz é tudo quando se trata de maximizar o seu mergulho. Sem isso, pode resultar em má forma / técnica e, no final das contas, atrasá-lo. Um grande erro do iniciante é prender a respiração, o que não é saudável. Além do mais, a respiração ruim costuma ser associada a um segundo erro; levantar a cabeça enquanto nada, o que faz com que a parte inferior do corpo caia (e rigidez no pescoço!)

Iniciantes aprendendo a respirar enquanto nada: mantenha o rosto na água e expire completamente. Ao inspirar, vire a cabeça para o lado, respire rápida e profundamente e repita. A menos que você esteja nadando nado peito / borboleta, nesse caso você controlará sua respiração conforme seu corpo se eleva a cada braçada.

7. Plano de natação

Embora seja importante manter o corpo relativamente reto ao nadar para minimizar o arrasto, um componente chave para uma natação bem-sucedida é a rotação. Girar os ombros / quadris de um lado para o outro entre 30-45 graus enquanto estende o braço ajuda a estender o comprimento e impulsionar o braço para frente. Para nadadores crawl, também cria a oportunidade de respirar naturalmente quando você vira para o lado.

8. Suas mãos estão todas erradas

Alguns iniciantes ficam confusos com o papel das mãos ao nadar. Alguns juntam os dedos e os polegares com força, enquanto outros abrem bem os dedos - mas qual é a melhor prática?

Em geral, os técnicos de natação aconselham que você não pense demais em como colocar as mãos na água e fique relaxado, mas a abordagem mais eficaz é manter os dedos ligeiramente separados. Essa técnica maximiza a área da superfície de sua mão e minimiza o arrasto.

9. Refeições erradas

Há um antigo mito de que você precisa esperar uma hora depois de comer antes que seja seguro nadar, mas isso não é verdade. Seja qual for o esporte, exercitar-se com o estômago cheio é desconfortável e pode causar náuseas, mas não deve causar danos ao seu corpo. Não deixe que mitos como esse o desencorajem a nadar. Atletas em todas as disciplinas precisam de sustento adequado para manter altos os níveis de energia, incluindo nadadores.

Não entre na piscina com o estômago vazio. Os horários ideais para comer são diferentes para cada pessoa, mas a regra é: guarde refeições pesadas e maiores por cerca de 2 a 3 horas antes de nadar e lanches leves de 30 minutos a 1 hora para evitar levar pontos.

10. Tédio

Como em qualquer esporte, é fácil o tédio se instalar. No entanto, ao contrário de outras formas de exercício, é mais complicado incorporar variação ao treinamento de natação - mas existem maneiras de contornar isso. Se você está preparado para se aventurar fora da piscina, por que não tentar nadar selvagem ou dar um mergulho no mar? Explorar novas águas definitivamente mantém as coisas interessantes.

Sendo uma disciplina solo, com natação, você não tem as vantagens motivacionais da música ou do bate-papo com um colega de academia quando sua cabeça está submersa. Nesse caso, tente investir em fones de ouvido à prova d'água - eles podem realmente ajudá-lo a se concentrar.

11. Definir metas irrealistas

Por mais divertido que seja a natação, é um esporte incrivelmente complexo que pode ser difícil de dominar no início; portanto, não desanime se não for tão rápido quanto gostaria ou fique sem fôlego depois de um ou dois segundos. Cada pessoa é diferente, então trabalhe no ritmo certo para você.

Se você estiver em uma raia ao lado de alguém que está nadando como o próximo Michael Phelps, não se sinta pressionado a se esforçar ao máximo, pois isso só causará lesões e dores de cabeça no treinamento. Estabeleça metas realistas e se recompense por atingir metas pessoais - boa sorte!